ArtigosExercícios contra a Depressão

19 de novembro de 20160
Exercícios contra a depressão

Atividades manuais, ter contato com a natureza e esportes nos permitem limpar a mente de pensamentos e preocupações, ajudando-nos a superar a depressão e ter melhor qualidade de vida.

A depressão é diferente da tristeza ou de pequenas alterações de humor. Para diagnosticarmos a depressão, precisamos que o quadro se perdure por pelo menos seis meses.  Pessimismo, falta de interesse em relacionamentos e projetos futuros, fechamento para o mundo, atitude de indiferença e de grande nostalgia com o passado, são sintomas de alguém depressivo.  Em casos graves, também podem ocorrer distúrbios do sono, falta de apetite, perda de peso e pelos, além da libido.

Existem duas formas diferentes de depressão : a depressão unipolar, caracterizada por um estado de espírito consistentemente baixo, lentidão motora e alterações do ciclo vigília-sono e a depressão bipolar, acompanhada por alternância entre fases depressivas e de mania (hiperatividade, planejamento excessivo, auto estima).

Pesquisas mostram que a depressão é uma doença em crescimento constante nas últimas décadas, afetando todas as idades, especialmente aquela que se manifesta sob a forma de perda de interesse em tudo, o tédio, a sensação de ser inútil e inadequado, sufocado pela rotina e um estado de espírito “cinza”. Esse quadro de humor normalmente leva o sujeito ao isolamento do mundo, ou no abuso de drogas ou álcool.

Use as mãos para lidar com a depressão

Encontrar a paz sem recorrer a drogas é totalmente possível. Os trabalhos manuais ajudam a lidar com o estresse, aumentar a autoconsciência e nos permite observar o produto concreto de nossas ações. Isso dará o ponta pé inicial para se livrar dos sentimento de desamparo, criando uma situação de bem-estar e serenidade. Podemos usar a culinária, pintura, criação ou se dedicar à jardinagem, o importante é se concentrar nas ações que realizamos. Isso irá nos permitir limpar a mente de constrangimentos e preocupações, promovendo assim, a produção natural de substâncias que promovem a alegria e felicidade.

 

Natureza: um aliado contra a depressão

Estar em contato com a natureza, cuidar de uma planta ou um animal nos ajuda a se abrir para o mundo, permitindo mudar o foco obsessivamente focado apenas em nós mesmos, para algo diferente dos nossos raciocínios. Em particular, estar em contato com um animal, especialmente cães e gatos, nos ajuda a aprendemos a expressar ternura e carinho, para sermos mais espontâneo, menos racionais e reflexíveis.

Cuidar de plantas e animais nos faz sentir importantes, úteis: a sensação de ser indispensáveis nos permite anular a depressão e apatia, empurrando-nos para encontrar interesse e energia.

 

Liberte a sua mente com esportes

A atividade física é uma excelente saída, através do qual você pode esvaziar a mente e o corpo de stress, transtornos e problemas. O esporte também promove a produção de substâncias (endorfinas, dopamina, serotonina e noraepinefrina) que melhoram o humor, melhoram as condições gerais de bem-estar na luta contra a depressão.

 

Os erros que impedem o combate a depressão

Nos cobrarmos de mais

Pensar que o nosso valor está vinculado aos nossos resultados e a possibilidades de acertar em projetos é um raciocínio presente em mentes depressivas. Este modo de pensar mina a autoestima e faz-nos perder de vista um aspecto fundamental: o fracasso de um projeto não significa e não implica em um fracasso como pessoa.

Focar nos aspectos emocionais

Muitas vezes nossa mente trabalha continuamente nós oprimindo por pensamentos, ideias, pressupostos e racionalizações, deixando de lado o prático e concreto.  Esta atitude nos desencoraja a lutar contra a depressão, por isso, independentemente dos problemas e das dificuldades, não deve desacreditar que é capaz.

Racionalizar de mais

Quando temos a tendência de gerenciar e organizar nossas vidas usando apenas a cabeça, tentando controlar e racionalizar tudo, corremos o risco de nos tornar mais frágeis. Se qualquer coisa além do nosso controle e racionalidade entrar em crise, nos sentiremos sobrecarregados, vulneráveis e carentes, sem ferramentas para reagir,  fazendo-nos cair em um quadro depressivo ou aumentá-lo.

A depressão, apesar de ser comum nos dias de hoje, é muito perigosa e precisa de tratamento. Não se conforme com a ingestão de medicamentos, busque mais que isso, busque qualidade para a sua vida. Afinal se sentir vivo é essencial para se curar, algo que a medicação não ajuda muito. Você pode tratar com Psicoterapia Online ou Presencial, com certeza um bom tratamento lhe ajudará. Outras alternativas de tratamento são a Hipnoterapia Online e Presencial, diminuindo o tempo de tratamento drasticamente.

 

[ratings]

Alexandre Pifer

Psicólogo (crp 07/21909), Hipnólogo e Psicoterapeuta Sexual. Alexandre é de descendência italiana e natural de Venâncio Aires, Rio Grande do Sul, onde cresceu e reside até hoje. Seus conhecimentos transcendem a Psicologia, chegando a Hipnose, Programação Neurolinguística e outras formas de terapia de Alto Desempenho. Em seu trabalho com a Neurociência, desenvolveu o método Reprogramação Mental Online, tratamento de grande sucesso e diferencial no mercado, aplicado hoje pelos terapeutas da Terapiando. Atualmente mantém outros projetos e pesquisas junto ao campo da Neurociência e Psicoterapias. Atua desde 2013 com terapias virtuais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

logo Terapiando

Visite-nos nas Redes Sociais:

logo Terapiando

Visite-nos nas Redes Sociais:

A Terapiando

A Terapiando iniciou suas atividades em 2013 com o pé em inovação, investindo em serviços pouco conhecidos no mercado como o Atendimento Psicológico Domiciliar e o inovador Atendimento Online. É considerada uma precursora dos tratamentos virtuais no Brasil

Desde seu nascimento, investe pesado em tecnologias para proporcionar os melhores tratamentos do mercado. A Excelência é nossa peça chave. Atualmente contamos com as mais modernas tecnologias de tratamento psicológico disponíveis no mercado, além das desenvolvidas por nós.

Receba nossa Newsletter

    © 2019 Terapiando, All Rights Reserved.

    © 2019 Terapiando, All Rights Reserved.