A cúrcuma (açafrão) é realmente um tempero maravilhoso. Investigações científicas estão sempre encontrando novos campos de ação da curcumina, o componente ativo da planta, inclusive seus efeitos contra ocâncer.

Um estudo realizado na Faculdade de Medicina de Bhavnagar na Índia e publicado na revista “Phytotherapy Research”, descobriu como a curcumina é capaz de  tratar a depressão melhor do que o Prozac. A equipe do Departamento de Farmacologia queria comparar os efeitos, mas também a segurança de um extrato feito a partir de cúrcuma (1000 mg) e o Prozac (fluoxetina 20 mg), utilizando em conjunto e individualmente durante 6 semanas em 60 pacientes diagnosticados com Transtorno Depressivo Maior.

“Observamos que a curcumina foi bem tolerada por todos os pacientes. A proporção da reação tal como medido pela HAM-D17 (Escala de Hamilton para a avaliação de depressão) foi maior no grupo de combinação (77,8%) comparativamente com a administração de fluoxetina [Prozac] (64,7%) sozinho e curcumina (62,5%) nos grupos sozinhos. (…)  “, Disseram os pesquisadores.

Efeitos positivos foram encontrados da curcumina sobre a depressão, mas a combinação com Prozac mostra resultados ainda mais significativos.

Há, porém, um fato importante a considerar: o uso de cúrcuma não envolve efeitos colaterais como é o caso das drogas que em alguns casos podem despertar até mesmo pensamentos suicidas e outros transtornos psicóticos. Assim, mesmo se o efeito da curcumina em doses elevadas é semelhante ao do Prozac, o extrato natural tem a vantagem adicional de atuar contra a depressão sem criar desequilíbrios e problemas adicionais para o paciente.

É pequeno, mas o estudo revelou-se muito interessante, precisa agora ser aprofundado com uma nova pesquisa. Quem sabe se a curcumina não pode se tornar de fato o antidepressivo natural do futuro!

5/5 - (2 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.