ArtigosEjaculação Precoce: Causas, Sintomas e Tratamentos

30 de julho de 20164

Entre os distúrbios da esfera ejaculatória, se incluem a ejaculação precoce e ejaculação retardada. A ejaculação precoce é uma disfunção sexual da fase do orgasmo e muitas vezes é diagnosticada por um urologista, após um exame especializado. Entretanto, quando não é causada por um fator físico e sim psicológico, seu tratamento deve ser com um terapeuta.

Quando a ejaculação torna-se um reflexo descontrolado ou incontrolável, é chamado de ejaculação precoce. Alguns homens podem apresentar esse tipo de problema logo no início da vida sexual e sempre se manter com ele. Outros podem desenvolver em uma etapa de sua vida, depois ficando livre. Muito depende de cada organismo e de seu causador, mas em sua unanimidade, a ansiedade está presente.

Embora não seja uma doença, é uma grande desvantagem para a vida sexual tanto do sujeito como do casal. Muitas vezes esse problema tem repercussão tão grande que acaba com o relacionamento. Um em cada três homens vão sofrer, e apenas 8% concordam em falar sobre o assunto – dados da OMS.

Do ponto de vista feminino, muitas vezes o diálogo se torna inviável por medo de magoar o parceiro, mas infelizmente esse tipo de comportamento não contribui para a resolução, vindo a agravar a relação.

 

Causas da Ejaculação Precoce

A ejaculação precoce pode ser causada por vários fatores associados, por isso um bom diagnóstico é essencial.

Causas Físicas

Existem casos onde as causas podem ser físicas, como a inflamação da uretra, fimose, prepúcio muito curto, responsável por uma estimulação muito rápida, mas raramente estas são as causas.

 

Causas Psicológicas

Os principais fatores normalmente são psicológicos e comportamentais.  No geral, o medo de decepcionar e a busca de um melhor desempenho, especialmente frente a um parceiro muito desejado, pode levar a uma perda de controle. Quando a ansiedade antes e durante o ato sexual é muito elevada, pode tanto gerar uma disfunção erétil psicológica como uma ejaculação precoce ou retardada.

Também é muito comum a EP gerada por uma ato sexual traumático, como por exemplo a iniciação sexual com prostitutas ou até mesmo ter sido pego praticando sexo por uma familiar. Nesse tipo de caso, a hipnoterapia ou reprogramação mental são essenciais para o tratamento.

A nossa vida como um todo tem repercussão na nossa sexualidade, por isso o estresse, ansiedade, depressão, falta de exercícios físicos e qualidade de vida, são os principais causadores da ejaculação precoce.

 

Sintomas da Ejaculação Precoce

O principal sintoma de ejaculação precoce é quando a ejaculação vem antes do esperado. Em termos clínicos, podemos considerar um problema quando a ejaculação vem antes da penetração ou com até um minuto do início do ato.  Entanto, é um problema que pode acontecer em qualquer situação sexual, inclusive durante a masturbação.

Podemos classificar a ejaculação precoce em duas categorias: primária e secundária.

primária é caracterizada por problemas identificados durante toda a vida do paciente.

  • Dificuldade de segurar uma ereção com menos de um minuto de penetração.
  • Inabilidade de retardar a ereção durante o ato sexual.
  • Estresse, frustração e evitação da intimidade sexual com o parceiro.

Já na ejaculação precoce secundária, o homem acaba manifestando os mesmos sintomas que na ejaculação primária, mas com a diferença de que os sintomas são novidade na sua vida sexual. Homens com esse tipo de ejaculação precoce mantinham relações sexuais satisfatórias no passado e manifestaram o problema por algum motivo.

 

Ejaculação Precoce e Alexitimia

Quando se trata de disfunções sexuais, geralmente os problemas são dotados de múltiplos fatores, existindo uma relação direta entre emoções e vida sexual.

Nos últimos anos, um novo conceito clínico vem ganhando terreno: a correlação entre ejaculação precoce e alexitimia.

A alexitimia é caracterizada pela dificuldade ou incapacidade de decodificar e regular as emoções.  A palavra provém do grego, onde A indica ausência, lexis é palavra e timia, emoção. Como se fosse uma espécie de analfabetismo emocional.

O paciente que dela sofre, com os mais variados graus de gravidade, não se lê, não acessa a decodificação de suas emoções e não correlaciona o que já foi experienciado com o quem sente.

De forma prática, o sujeito é incapaz de expressar suas emoções no nível verbal, portanto, verbaliza-as, de forma positivas ou negativa, deixando-as escapar pelo reflexo ejaculatório.

 

Ejaculação Precoce e Psicanálise

Os homens que sofrem de ejaculação precoce geralmente têm uma condição de ambivalência emocional e agressão reprimida.

Por mais que a agressividade seja essencial para a sua potência masculina, para tudo existe uma dosagem correta.

Segundo a psicanálise, os pacientes que sofrem dessa disfunção tendem a se relacionar com as mulheres de maneira punitiva, impulsionados por cotas de agressão reprimida.
Ejacular muito rapidamente pelo paciente é um claro castigo para sua mulher porque ela nega seu acesso ao prazer.

A história de vida desses pacientes é caracterizada por figuras maternas volumosas e invasivas, que determinaram sua experiência com o universo feminino.

Entretanto, vale salientar que há outras muitas causas para a EP, as quais não se relacionam com a visão psicanalítica colocada acima.

 

Ejaculação Precoce e Relacionamentos

Os relacionamentos onde a EP está presente acabam passando por um grande comprometimento na qualidade de se relacionar e na qualidade de vida sexual.

Estes casais são habitados por mal-entendidos, vivenciando e re-vivenciando  sintomas sexuais, ódio, amargura e sofrimento mental.

Quando o gozo acontece antes do saciamento, o constrangimento e a angústia mental reinam entre os dois.

O homem sente-se esvaziado de energias psíquicas, amargurado, desanimado e com um desagradável sabor amargo do coito, que lhe fará companhia mesmo fora da cama.

Já a parceira, é tomada por frustrações, se sentindo usada e não satisfeita.

Infelizmente, nem todos os casais encontram as palavras certas para lidar com esse problema, muitas vezes gerando maiores agravos ao conversarem sobre. Outros, preferem nem tocar no assunto, numa tentativa de fingir que nada aconteceu. Viram-se na cama, viram-se de costas e vão dormir como um mecanismo para escapar à realidade sexual.

 

 

Tratamentos para Ejaculação Precoce

Para o tratamento da ejaculação precoce, primeiramente deve se estabelecer um diálogo entre os parceiros. O companheiro tem um papel central, porque pode ajudar a remover ansiedades e medo do fracasso, tranquilizando e o deixando amparado, o que, sem dúvida, ajuda bastante.

Aumentar a frequência sexual pode ajudar a atrasar a ejaculação. Com isso pode inclusive praticar alguns exercícios para que aprenda a conter, inclusive com masturbação.

Na intimidade do casal, há dois métodos que ajudam o homem a se controlar: o “para e começa”, assim o homem aprende a se concentrar no que ele sente. E o “aperto”, que é a realização de uma pressão firme na base da glande, antes de ejacular.

Se todos esses métodos falharem, uma visita a um terapeuta sexual pode ajudar muito, tanto a lidar, exercitar e superar essa questão.

 

Medicação

Os Antidepressivos como Anafranil e Clomipramina são muito receitados pelos urologistas e psiquiatras como uma forma de controlar a ejaculação, devido a seu efeito inibidor. Outra forma é o uso de pomadas anestésicas, reduzindo assim os estímulos e com isso prolongando o ato.

Por mais que sejam formas de “tratamento” muito usadas, são pouco eficazes, uma vez que o homem fica refém das mesmas, podendo acarretar outros problemas.

 

Terapia para Ejaculação Precoce

Em uma abordagem clínica, a qual dispensa o uso de medicação, existem duas formas de tratar a ejaculação precoce: a Terapia Sexual (Online ou Presencial) e a Hipnoterapia (Online ou Presencial). São formas efetivas de tratar, na maioria das vezes, não necessitando de medicação e sequer de longos tratamentos.

 

Terapia Sexual

Na terapia o paciente passará por um processo de Psicoeducação, que na verdade é reaprender a lidar com suas ansiedades e buscar as fontes de prazer, as quais certamente deixou de lado. Por exemplo, a maioria do homens com EP comem de pé e fazem tudo correndo, são precoces na vida como um todo. Por isso, não adianta nada tratar a EP isoladamente, uma vez que ela é só consequência da má administração da própria vida.

A terapia se fará importante não só por essa questão inicial, mas dará uma nova percepção sobre a vida e o mundo que o cerca, trazendo uma melhoria geral.

 

Hipnoterapia

O processo de Hipnoterapia, nesses casos, costuma ser mais efetivo, isso porque geralmente os homens que apresentam essa dificuldade tem uma fobia do sexo, que é um disparo de ansiedade quando pensam ou iniciam o ato. Com isso, a mente segue o princípio de luta ou fuga, e acaba gozando rapidamente como fuga.

É bem comum em quem apresenta a EP, concomitantemente ter dificuldades de manter a ereção até mesmo antes de iniciar a penetração, isso porque o ato se tornou tão ansioso e estressante que a mente bloqueia.

Se já está cansado de viver com isso, procure ajuda, afinal tem jeito de resolver!

Você pode tratar essa questão inteiramente pelo ambiente virtual. Consulte nossos especialistas.

terapia sexual online

 

Alexandre Pifer

Alexandre Pifer

Psicólogo (crp 07/21909), Hipnólogo e Psicoterapeuta Sexual. Alexandre é de descendência italiana e natural de Venâncio Aires, Rio Grande do Sul, onde cresceu e reside até hoje. Seus conhecimentos transcendem a Psicologia, chegando a Hipnose, Programação Neurolinguística e outras formas de terapia de Alto Desempenho. Em seu trabalho com a Neurociência, desenvolveu o método Reprogramação Mental Online, tratamento de grande sucesso e diferencial no mercado, aplicado hoje pelos terapeutas da Terapiando. Atualmente mantém outros projetos e pesquisas junto ao campo da Neurociência e Psicoterapias, na busca de tratamentos mais eficazes e humanos. Atua desde 2013 com serviços clínicos e gestão de pessoas pelo ambiente virtual.

4 comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

logo Terapiando

Visite-nos nas Redes Sociais:

logo Terapiando

Visite-nos nas Redes Sociais:

A Terapiando

A Terapiando iniciou suas atividades em 2013 com o pé em inovação, investindo em serviços pouco conhecidos no mercado como o Atendimento Psicológico Domiciliar e o inovador Atendimento Online. É considerada uma precursora dos tratamentos virtuais no Brasil

Desde seu nascimento, investe pesado em tecnologias para proporcionar os melhores tratamentos do mercado. A Excelência é nossa peça chave. Atualmente contamos com as mais modernas tecnologias de tratamento psicológico disponíveis no mercado, além das desenvolvidas por nós.

Receba nossa Newsletter

© 2019 Terapiando, All Rights Reserved.

© 2019 Terapiando, All Rights Reserved.